Como escolher uma boa corretora FX (como identificar um broker SCAM/CASSINO)

Como escolher uma boa corretora para operar

Vejo no mundo do FX que muita gente ainda tem dificuldade em diferenciar um Broker sério e idôneo em que se pode confiar de um SCAM/CASSINO.

O primeiro detalhe que se deve prestar atenção é onde se encontra a Sede e a Regulação verdadeira do Broker (aquela sob a qual as contas dos clientes se encontram). Muitos Brokers SCAM tentam disfarçar sua verdadeira sede abrindo escritórios de representação em uma praça séria como Londres e Suíça (escritórios de representação que servem exclusivamente o publico local) ou vários escritórios espalhados pelo mundo para dificultar o encontro da jurisdição onde tudo acontece.

Estes brokers denominados SCAM manipulam as ordens dos clientes pois o modelo de negócio deles se baseia no padrão Cassino partindo da ideia que a maioria dos clientes perde e para os que ganham pode-se tanto manipular a perda quanto convidá-los a se retirar.

A manipulação ocorre porque eles Formam Mercado (Market Makers) ou seja atuam como Contra-parte direta dos clientes nas suas negociações e não tomam nenhuma medida para neutralizar a sua exposição só mesmo (Hedgeando no mercado subjacente). Isso apresenta uma enorme situação de Conflito de Interesse, afinal o Ganho do cliente é o Prejuízo do Broker.

Por isso que para evitar o ganho dos clientes eles usam artifícios como:

  • Atrasar a execução das ordens
  • Executar a preços inexistentes no mercado
  • Caçar Stops

Visando explorar ao máximo os traders sem preparo eles aproveitam a falta de leis que protegem o investidor de varejo na suas jurisdições de Faz de Conta que utilizam para oferecer artifícios aplicativos aos seus clientes como BÔNUS, ROBÔS MILAGROSOS, SOLUÇÕES DE GESTÃO, SPREADS A 0 PIPS.

Como sabemos no mundo capitalista desconfie do que é oferecido gratuitamente pois não existe Almoço Grátis. Um Broker SCAM quer somente que você entre neste círculo vicioso de perdas.

No mercado de Divisas atualmente só tem segurança quem trabalha com brokers baseados unicamente seja nos EUA, Reino Unido ou Japão debaixo dos seus respectivos órgãos reguladores NFA, FCA e FSA.